Especial #TôDeMudança – PARTE 1 :: Planilha para a busca da nova moradia


Já deixei registrado lá na nossa postagem do Instagram que eu ODEIO mudança. Não mudança de vida, novos ares que nos levam a outros rumos, mas o processo de mudar de casa e todo os stress que isso traz – só de lembrar chega a dar calafrios. Eu, que já estou na minha quinta mudança de lar, sendo duas delas interestadual, me acho descolada no quesito planejamento. Depois da terceira passei a organizar alguns processos, métodos e documentos que me ajudaram, deixando tudo menos caótico do que naturalmente já é.

Eu dividi esse especial em várias partes, que começa com esse post lindo sobre o começo de tudo: a busca da nova morada. O motivo são muitos, mas qualquer que seja ele inicia com essa busca. É o momento crucial para o início da organização, pois mexe com algo que, em algum momento, não devemos confiar, que á a nossa memória. Um dos meus aprendizados é que confiar no que registramos na nossa mente, depois do quarto ou quinto imóvel visitado, é o primeiro passo para a loucura.

Lembro que na minha mudança para Brasília, em 2014, eu lidava com um fator tempo, uma vez que eu tinha cerca de 7-10 dias para sair da cidade com a escolha do imóvel, dar entrada no pedido de locação para a imobiliária, fechar o apartamento e voltar para a minha cidade (Salvador) para fazer a mudança efetivamente. Ufa! Só de relatar cansa!

Por isso, criar uma estratégia para lembrar dos imóveis que visitei (nessa mudança foram cerca de 25 apartamentos) e fiz uma lista de boas dicas para você que está passando (ou está prestes a passar) por esse perrengue. ‘Vumbora’ ao que interessa!

1. Palavra de ordem: PLANEJAMENTO
Na planilha que vou indicar ao fim desse post, tem uma super planilha para te ajudar a lembrar que de pequenas tarefas essenciais para quem está enfrentando essa batalha. São itens para você ir dando um “check” a cada passo dado, dividido entre dias antes da mudança (começando dos 15 dias antes da data da efetiva mudança – mas, sabemos o quanto isso é variável para cada caso e urgência de ela acontecer). Além disso, não custa nada fazer uma previsão de orçamento, né? Especialmente para a contratação de serviços de transporte, mão-de-obra para reparos etc. Nessa planilha tem uma aba para isso, também.

2. O início do início: Sites e App’s de anúncios
Buscar, buscar e buscar. Graças a todos os santos que atualmente temos a internet como grande aliada, assim como os aplicativos de imóveis. O primeiro ponto é identificar qual o site ou aplicativo de maior relevância no local em que o imóvel está sendo procurado (aem Brasília existe o Wimóvel, em Salvador o ZapAluguel). Ter conhecimento sobre isso é importante para que você consiga buscar nos locais de maior diversidade de anúncios, a partir de critérios essenciais nessa busca que é tamanho, preço, localidade etc.

3. Um passeio por bairros: Anúncios dos proprietários
No processo de busca tem uma dica infalível: passear pelo bairro de desejo para achar anúncios que não estão em sites ou app’s. O bacana de fazer isso é a oportunidade de achar imóveis que não precisem ser intermediado por imobiliária, o que garante menos dor de cabeça com toda a burocracia e a possibilidade de fazer aquela negociação de pechincha, diretamente com o dono.

4. Registro de visitas: Planilha mágica + Fotos
Terceira dica infalível desse início de tudo é não brincar com a sua memória. Diante de tantos afazeres dessa caminhada, não dá para visitar um mundo de imóveis e confiar nos aspectos que te agradaram, ou não. Por isso, eu tenho uma planilha “maravigold” “que você pode utilizar nessa etapa. Vai na aba “Imóveis Visitados” e veja como organizar essas visitas anotando informações antes, durante e após a visita do imóvel. E claro: FOTOS! Eu costumo tirar uma foto da fachada do imóvel (assim eu lembro da rua e da localização) e de algumas coisas que não me agradam na parte interior (por exemplo: reparos que dariam muita dor de cabeça – infiltração na pia – para que eu possa lembrar bem disso na hora de tomar a decisão).

DOWNLOAD: Planilha de Planejamento de Mudança (ou, planilha mágica)

Esse especial continua em outros posts! O próximo: Dicas de Visitas. Quero compartilhar dicas que podem ajudar a não cair em cilada e só descobrir depois de toda a mudança realizada (eu mesmo, ja caí em cada roubada! Conto tudo!).

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s